• André Santos

INAFTOR – Antisocial Alcoholic Metal


Nacional

Independente

Lançamento: 2016

Formada na região do grande ABC, Diadema em 2012, o INAFTOR faz parte do grande eixo e movimento Underground da grande São Paulo. O quarteto aposta em uma sonorização rústica sem aquela preocupação de elementos mais trabalhados, além da banda esbarrar pela vertente Thrash Metal. Os mesmos apresentam algumas influências de Crossover, mas chocasse de frente, mesmo com o bom e velho Speed Metal. Os caras ao vivo chegam até soar com pouco e tende até ter certas influencias presentes na vertente mais extrema do Metal, o Black Metal, justamente por seus acordes sujos e punch’s diretos sem muitas firulas.

Já a sonorização de Inaftor, se resume a um som ríspido, veloz e agressivo, com bases diretas, sem muita preocupação de apresentar algo mais elaborado. O bacana dessa banda é isso, trazer um som extremamente rústico, já que o mesmo é voltado na língua portuguesa, com composições que são interpretadas aos berros rasgados de Marcos Metralha, algo típico que podemos até encontrar na vertente Black Metal.

Já, o EP “Antisocial Alcoholic Metal” foi gravado e masterizado no Kripta Bestial Studio, em 2015 ainda como Trio e, seu lançamento ocorreu em 2016, tendo um total de sete faixas, sendo que duas delas vêm de uma Demo. Já a imagem explorada na capa do “Antisocial Alcoholic Metal” ficou na mão de Diego Papaye.

Mais enfim, vamos ao que interessa, o EP apresenta sete “petardos” ríspidos e bem agressivos, já os serviços abrem de forma bem harmoniosa por uma introdução mecânica presente no pacote. Em seguida, somos espancados pelos riffs cortantes de “Dia após Dia”, sua dinâmica é bem direta, horas tendo uma quebra na rítmica dando ar bem bacana a composição.

Já, em “Profana Celebração” a diversão é garantida, já que mesma apresenta uma sonorização bem distinta. Em, “Noite de Luxuria” a sonorização soa bem bacana, não sendo muito ríspida, mas tem aqueles acordes viscerais, e,temos um certo solo presente na extensão da faixa, podemos até dizer que é um pouco mais groovada do Ep.

Agora, já em “A Ultima Rodada” os riffs são mais rasgados, e, tomam conta do ambiente do EP. Já na próxima faixa, temos uma certa ambientação voltada às influencias do Metal mais extremo, “Alimentado de Ódio” tende a puxar um pouco para o Black Metal, por mais que a banda tenha suas influencias na vertente Speed Metal.

E, para fechar o Ep, uma das faixas que curti mais, e, até podemos destacá-la como uma das melhores dentro do pacote de “petardos”, é a faixa “Vida Sinistra”, justamente pela forma que a mesma é conduzida, pois ela tem uma harmonização bem agradável e cativante, já que os acordes te envolvem no contexto harmônico.

Já o ouvinte não tem que se preocupar, por mais que eu tenha levantado que a banda Inaftor optou em fazer um som mais rústico, isso não que dizer que o EP “Antisocial Alcoholic Metal”, seja ruim. Por mais que todo contexto empregado no projeto seja simples, toda a dinâmica presente no Ep é bem feita e bem conduzida. Já seus “petardos” se completam mantendo um bom nível entre elas. Vale muito a pena ter o trabalho dos caras em mãos!

Tracklist:

1. Intro

2. Dia após Dia

3. Profana Celebração

4. Noite de Luxuria

5. A Ultima Rodada

6. Alimentado de Ódio

7. Vida Sinistra

Inaftor, é formada por:

Marcos Metralha – vocal

Diego Popaye “Mordor” – guitarra

Jon Evil Ways – baixo

Tolofo Tomentor - bateria

Acompanhem o Inaftor, em:

https://www.facebook.com/Inaftor/

#Bandas #Inaftor #SpeedMetal #ResenhasdeDiscos #Resenhas #Divulgações #MetalnoPapel #AndreSantos