• Maria Correia

Scars anuncia título e data de lançamento do novo álbum


By JZPRESS Assessoria

Os Thrashers paulistanos do SCARS anunciaram o título e data de lançamento do novo álbum e oficializam Thiago Oliveira como guitarrista.

"Predatory" foi supervisionado e produzido por Wagner Meirinho (Warrel Dane, Torture Squad), do renomado estúdio Loud Factory, em São Paulo, e será lançado no mês de maio em formato CD e digital.

A banda recentemente, após sua retomada na carreira em 2018, já havia trabalhado com Wagner Meirinho na produção dos dois singles "Armageddon" e "Silent Force", ambos lançados ano passado em todas plataformas digitais, e como tudo correu bem decidiram continuar com essa parceria.

O Scars conta hoje com Regis F. Fre (vocal), Alex Zeraib e Thiago Oliveira (guitarras), Marcelo Mitché (baixo) e Joao Gobo (bateria). Thiago (Warrel Dane, Confessori, Seventh Seal e outros) chegou a tocar com o Scars em alguns shows após a saída por problemas pessoais de Edson Navarrette Junior, mas acabou na época não ficando por conta de outros compromissos profissionais, sendo substituído temporariamente por Rick Barros. Mas, agora, entra de forma definitiva na banda e já está em estúdio gravando suas partes.

"Todos estão muito satisfeitos com o resultado das composições e a qualidade sonora do novo material. Será o melhor e mais completo registro da banta até agora, sem dúvida" ressalta Alex Zeraib (guitarrista e um dos principais compositores da obra).

"O ser humano é um 'super predador único', ou 'predador alfa'. Estudos publicados revelam que o homem mata outros animais em taxas de até 14 vezes maior a outros carnívoros da natureza. Comenta Régis F., vocalista fundador e principal letrista. "Uma temática muito forte para dar essência ao espírito do nosso mais novo registro. E, apesar do assunto ser muito vasto, este não será um álbum conceitual", explica.

A banda também anuncia uma nova assessoria, a JZPress, cujo responsável é Johnny Z., redator-chefe do site/portal Metal Na Lata.

"Há tempos queríamos trabalhar com o Johnny, pois é uma pessoa focada e muito querida dentro da cena metal brasileira. Sua idoneidade, atitude, visão e conduta nos fez pensar primeiramente em seu nome para essa nova fase da banda. Estamos muito felizes com essa parceria." comenta João Gobo (baterista)

Discografia:

“Ultimate Encore” (Split/1994)

“The Nether Hell” (EP/2005)

“Devilgod Alliance” (Álbum/2008)

“Armageddon” (Single Digital/2019)

“Silent Force” (Single Digital/2019)

“Armageddon On Tour” (Compilação Digital/2019)

“The V8 Sessions: Vol.1” (Live) (Digital/2019)

“Predatory” (Álbum/2020)

Ouça Scars em:

Spotify: https://open.spotify.com/artist/4FCGqzVWLxkupz86e6bhgJ

YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCVxq9GLRKzsP5CnZ8GcEisw

iTunes | Apple Play | Google Play | Amazon

Mídias sociais:

Instagram: https://www.instagram.com/scars.thrash/

Facebook: https://www.facebook.com/scars.thrash/

Crédito da foto: Daniele Matos

Foto (esq. para dir.) Alex Zeraib, Régis F, Thiago Oliveira e Wagner Meirinho

JZPress Assessoria

jzpress@metalnalata.com.br

Biografia Scars:

O Scars foi formado no ano de 1991, no bairro da Moóca, na zona leste da cidade de Sāo Paulo, tendo como proposta musical um Thrash Metal cheio de energia, pesado e, acima de tudo, trabalhado e executado. Tudo isso incorporando letras e temas de cunho religioso, político e social de forma bem desenvolvida e fundamentadas no nosso cotidiano.

Em 1994, o primeiro registro oficial da banda foi lançado em formato Split EP, “Ultimate Encore”, junto com as bandas brasileiras, Zero Vision e Distraught, contendo 4 faixas originais cada banda. A faixa de abertura do Split, “World Decay”, lançada também em videoclipe, foi muito executada em programas de TV como, por exemplo, nos programas Gás Total e Fúria Metal, ambos com a apresentação de Gastão Moreira, no extinto e saudoso canal da MTV.

Com esses registros e muitos shows por todo o país, a banda foi conquistando cada vez mais espaço na cena metal brasileira, bem como na imprensa nacional especializada tanto de rádio, televisiva e impressa pelos três anos seguintes.

Algumas mudanças de formação e pausas na carreira, fizeram com que somente em 2005 o primeiro trabalho mais completo da banda, o EP “The Nether Hell”, com seis faixas, fosse lançado. Notórias evoluções no contexto musical e lírico foram incorporadas, tendo como tema baseado na obra “O Inferno”, do poeta italiano do século XIII, Dante Alighieri. A arte do trabalho foi toda composta de ilustrações litográficas feitas por Gustave Dore (1832-1883) para a obra de Dante.

O formato em CD de “The Nether Hell”, que contava também como extras as quatro faixas remasterizadas que a banda gravou no Split “Ultimate Encore”, vendeu em torno de 5 mil de forma totalmente independente e, mais recentemente, mais de 30 mil downloads quando disponibilizado na íntegra no site oficial da banda, bem como em sites nacionais e internacionais de download.

Por mais três anos, o SCARS levou seu show Brasil afora e dividiu o palco com nomes como Korzus, Leaviaethan, Krisiun, Genocídio, Claustrofobia, Chaosfear, Andralls, Hicsos, Destruction, Anthrax, Testament, entre outros gigantes.

Mas nem tudo foram flores, o ano de 2007 trouxe mais mudanças severas de formação sobrando apenas Alex Zeraib (guitarra), que trouxe João Gobo (bateria), André Guilger (vocal) e Pedro Carvalho (baixo) para a gravação das doze faixas do novo álbum, “Devilgod Alliance”, em 2008. Uma delas, em especial, era “Scars”, um cover da banda mineira Overdose, como bônus track, que previamente foi usada num álbum tributo à banda no mesmo ano.

A temática de “Devilgod Alliance” sequenciou “The Nether Hell”, mas especificamente na ruptura da aliança uma vez existente entre Deus e Lúcifer, buscando ilustrar e evidenciar a presença do mal através da história do mundo e tomando como base de referência obras literárias clássicas. Dentre estas, podemos destacar “Fausto”, de Goethe, onde Deus e Mefisto selam uma aposta sobre a alma de um mortal; “O Corvo”, de Edgar Allan Poe, que traz como segundo personagem um pássaro conhecido como o ‘Presságio do Mal’; “MacBeth”, de William Shakespeare, que narra como as bruxas conseguiram corromper todas as virtudes do general do Rei da Escócia; a vida de Joana D’Arc, servil e temerosa a Deus, assassinada pela igreja.

Infelizmente, para esse álbum não houveram shows e banda não só se desfez como entrou num hiato por dez anos.

Somente em 2018, o SCARS acordou do sono profundo e resolveu voltar às atividades em busca da continuação de sua rica história contando com Alex Zeraib (guitarra), a volta de Régis F. (vocal), João Gobo (bateria) e dois novos integrantes, Marcelo “Mitché” (baixo) e Edson Navarrette (guitarra). Com essa formação, gravaram dois novos singles, “Armaggedon”, e “Silent Force”, lançados de forma digital, atingindo números expressivos e visualizações em seus videoclipes e execuções nas plataformas de streaming.

“Armaggedon” foi a primeira faixa após a volta oficial da banda e nela um fato importantíssimo para a carreira do SCARS é que se encerra a trilogia sequencial dos dois últimos trabalhos, contando como o inferno foi criado, a batalha celestial e a queda de Lúcifer. O “BEM” e o “MAL” possuem como representantes supremos, “DEUS” e o “DIABO”, respectivamente, mas houve um momento em que ambos se encontravam lado a lado, o lado do bem, o lado de Deus. Lúcifer era, em realidade, um servo do “Criador”, um anjo que dividia tarefas celestiais com os arcanjos até ele ser expulso dos domínios dos céus. Com isso, Lúcifer se torna o “anjo caído” e leva consigo toda uma horda de seguidores com os quais funda o “Inferno”, onde este reina de forma suprema.

Alguns problemas relacionados à segunda guitarra surgiram, mas atualmente esse posto se encontra nas mãos de Thiago Oliveira (Confessori, Seventh Seal e Warrel Dane), que junto com a família SCARS se encontra no estúdio Loud Factory, com o conceituado produtor Wagner Meirinho (Warrel Dane, Torture Squad) gravando o tão esperado novo álbum, “PREDATORY”, com lançamento programado para maio de 2020.

#Apoio #Parceiros #Notas #JZPRESSAssessoria #Scars #Lançamentos #Predatory

As opiniões expressas nesse site são de responsabilidade de seus autores e não expressam necessariamente a opinião de seus editores.

Site criado por JP Carvalho da JPGraphix, para Metal No Papel 2017 / 2020 - Todos os direitos reservados.

O site Metal no Papel tem sede à Rua Joaquim do Lago, 339 Casa - Balneário Mar Paulista, São Paulo, SP

CEP: 04463 - 080 - mnp.metalnopapel@gmail.com