• Maria Correia

Overdose Nuclear: Banda lança clipe para "Blackout" e indaga: "o pior está por vir?&q


By Wargods Press

Acaba de ser lançado o novo vídeo clipe da banda Overdose Nuclear, para a música “Blackout”, presente em seu debut autointitulado. Julio Candinho (vocal), Marcus Goulart (guitarra), Gustavo Albado (baixo) Samuel Marques (bateria) mostram no clipe um pouco de sua rotina, incorporando ao vídeo cenas das gravações do álbum e imagens que reforçam a unidade do grupo. Com produção da própria banda e direção por Viswambhar Gauränga e Julio Candinho, o clipe contém imagens de Viswambhar Gauränga e América Vídeo.

A experiência em estúdio e nos palcos e retratada no vídeo, segundo o vocalista, “traz a tona nossa experiência como banda e como foi incrível todo o processo de gravação do nosso primeiro álbum.

Esperamos que as pessoas não desistam de reconstruir e recomeçar tudo quando esse momento passar, porque vale a pena, inclusive deu um novo fôlego à banda e queremos que outras pessoas sintam essa mesma experiência. Não desistam diante dos problemas atuais que o mundo vem passando!”.

Assista ao video clipe:

A temática do álbum em si, assim como “Blackout”, reflete uma realidade catastrófica, algo corriqueiro entre as bandas de Heavy Metal desde os primórdios. Na explicação de Candinho, “As luzes que se apagam no “Blackout” não são simplesmente as de energia elétrica, são a da moral, a da ética e todo sentimento de civilização existente, quando tudo isso desmorona a monstruosidade e o animalismo inerente à natureza humana emerge em uma fúria catastrófica e é sobre isso que a música retrata, a luta pela sobrevivência nas nossas horas mais escuras como espécie humana. Sentimos a necessidade de nos expressar como banda, pois no momento atual que estamos todos passando a respeito da pandemia, nossos sonhos, shows e expectativas foram destruídos e postergados e a música “Blackout” pareceu perfeita para isso! Entretanto, será que o pior não está por vir?”.

Para os nãos habituados ao Heavy Metal e suas histórias fantásticas e recheadas de morte e devastação, fica o aviso: na maioria dos casos as bandas retratam tudo aquilo que as outras pessoas não veem ou fingem existir. As atrocidades de uma guerra, a política infame, enfim, a realidade do mundo com uma visão mais peculiar. A própria capa do álbum, criada por Caio Caldas, da CadiesArt, reforça isso e é relacionada diretamente a música que batiza a banda e possui uma história interessante: “A música "Overdose Nuclear" fala sobre a devastação nuclear, então a temática dessa aranha seria uma analogia cósmica a isso. Entrando mais no contexto do álbum, a entidade, a aranha, é uma cria da escuridão, é a anti-vida de um verdadeiro buraco negro que vive sempre com fome de poder, mas quanto mais ela se alimenta, maior é a sua fome. Ela representa um apêndice da escuridão do espaço. Ela é a radiação que varre a vida. Com suas centenas de olhos cegos, apenas um enxerga, e então ela encontra seu próximo alvo. Ela causa o caos, aprisionando em suas teias todo o planeta Terra, consumindo a vida na Terra envenenando e corroendo radioativamente o planeta, deixando o mundo morrendo em um completo caos nuclear para depois se alimentar dele fazendo com que o planeta faça parte de seu grande estômago levando a total aniquilação da nossa espécie e o fim de nosso planeta. Essa aranha radioativa é a Overdose Nuclear.”.

Ouça “Overdose Nuclear” no Spotify:

https://spoti.fi/2GVBZpq

Contatos:

Site oficial: www.overdosenuclear.com.br

Facebook: www.facebook.com/OverdoseNuclear

Instagram: www.instagram.com/overdosenuclear

Assessoria de Imprensa: www.wargodspress.com.br

#Notas #Apoio #Lançamentos #Blackout #OverdoseNuclear #WargodsPres

As opiniões expressas nesse site são de responsabilidade de seus autores e não expressam necessariamente a opinião de seus editores.

Site criado por JP Carvalho da JPGraphix, para Metal No Papel 2017 / 2020 - Todos os direitos reservados.

O site Metal no Papel tem sede à Rua Joaquim do Lago, 339 Casa - Balneário Mar Paulista, São Paulo, SP

CEP: 04463 - 080 - mnp.metalnopapel@gmail.com