top of page
  • Foto do escritorMaria Correia

Abril Pro Rock traz conceito de Recife como cidade da música underground, nos dias 29 e 30 de março



Se o Abril Pro Rock é o carnaval do headbanger, Recife é a cidade da música underground! O festival traz esse conceito para 2024, abrindo suas atividades no ano com o 31º APR, que está marcado para os dias 29 e 30 de março (sexta e sábado), em local inédito, o Clube Internacional do Recife (rua Benfica, nº 505, bairro da Madalena, na Zona Norte da cidade). A programação oficial vai ser divulgada em breve (confira o perfil oficial - bit.ly/3Oja99Z), assim como horários, valores do ingresso, pontos de venda físicos e opções de compra online.


A arte que ilustra o APR 2024 homenageia espaços antigos e novos que agitaram e fomentam o rock na capital pernambucana. São eles: Soparia (antigo bar de Roger de Renor), Poco Loco (local desativado de shows em Olinda), Dokas Hall (era considerado o templo do metal no Recife Antigo), Burburinho (centro do Recife), Estelita (Zona Sul do Recife), Darkside Studio (centro do Recife) e Caixa d'água (Paulista - Maranguape).


O desenho foi produzido por Alcides Burn, que também atua na produção e curadoria do festival. A atual edição do Abril Pro Rock, criado pelo produtor cultural recifense Paulo André, é realizada pela Astronave Iniciativas Culturais. Para a celebração de 2024, o APR mantém a tradição da sua feirinha, além da expectativa de uma movimentação das  caravanas.


Nascido no estado de Pernambuco em 1993, o APR faz parte da agenda dos festivais nacionais independentes mais longevos e expressivos, reunindo tradicionalmente o público do metal underground pernambucano, nordestino e brasileiro durante dois dias seguidos de programação.


No ano passado, o Abril Pro Rock realizou a sua 30ª edição, que aconteceu no Clube Português do Recife, no mês de maio. Também em 2023, esteve na Torre Malakoff, no centro do Recife, com a exposição (9ª edição) e o APR Club, em setembro e outubro, respectivamente.


Edição histórica

Em 2023, o Abril Pro Rock completou três décadas de história, tendo ao seu lado um público fiel do metal nacional e do underground. Com uma programação para além dos shows, proporcionou lembranças, encontros, reencontros, novas amizades e conhecimentos sobre a cena.


Com a proposta de inovar e se renovar a cada edição, o APR alia desde os primórdios os conceitos de economia criativa. Do mix de músicas às artes visuais, design, literatura e audiovisual, o festival é uma porta de entrada para tendências e consumo no mercado cultural independente de Pernambuco, do Nordeste e do Brasil.


Fonte: Fora de campo

Comments


bottom of page