top of page
  • Foto do escritorMaria Correia

Big Special vai abrir o show do Placebo em São Paulo



Prepare-se para uma noite realmente incrível. O Placebo acaba de anunciar que haverá uma banda de abertura para o show brasileiro, no domingo 17 de março no Espaço Unimed, em São Paulo, com produção da Mercury Concerts. Brian Molko e Stefan Olsdal convidaram a nova banda britânica Big Special para essa missão. Será a estreia do grupo no Brasil, que vai subir ao palco às 18h50, para uma apresentação de 40 minutos.


Formada logo após a pandemia por Joe Hicklin e Callum Moloney, que se conheceram na faculdade, a Big Special é uma banda que deseja explorar a honestidade sombria e bela de uma nação em um estado cada vez maior de depressão, através da experiência pessoal, da poesia, da perspectiva, bem como do rock disruptivo.


“Estamos tentando explorar o global através do pessoal. As pessoas ainda estão cegas para as questões de classe. Na verdade, essas são questões humanas. Não estou dizendo que tenho respostas – nossas músicas são reativas, são barulhentas, divertidas, honestas e despertam emoção”, conta Joe, que é operário de uma mina desde os 12 anos de idade. Já o rock entrou na vida dele ainda mais novo, quando ouviu pela primeira vez “Bohemian Rhapsody’” do Queen, e ficou completamente encantado. “Eu tinha 6 anos, Freddie cantando sobre atirar na cabeça de alguém? Chocante! Isso deu início ao meu amor pelas letras, pelas pessoas dizendo coisas de uma forma criativa.”


O single “Desperate Breakfast” é um bom exemplo dessa energia diferente. “É sobre levantar-se e ir para o trabalho e ter que forçar uma refeição antes de sair e passar o dia fazendo algo que você não quer fazer por alguém que não o respeita”, argumenta Joe. “Não somos uma daquelas bandas que lida com falsas esperanças. É uma reação emocional a uma situação que é um lixo. Essa música é sobre ser um lixo. Eles nos dirão que é ‘construção de caráter’. Mas isso não significa que esteja certo.”


Na apresentação em São Paulo, a dupla vai mostrar as canções do álbum de estreia PostIndustrial Hometall Blues, com forte influência de Son House, Charley Patton e Robert Johnson, e de rebeldes country como William Elliott Whitmore.


A pedido do Placebo, não haverá pista premium, e no momento só há ingressos disponíveis no setor pista – inteira e meia idoso, os outros tipos já esgotaram.


SOBRE A MERCURY CONCERTS

A Mercury Concerts é responsável pelo agenciamento de turnês internacionais na América Latina e também pela idealização e produção de shows e festivais de grande sucesso em todo o Brasil. Entre suas realizações nesses mais de 20 anos de história estão festivais como Monsters of Rock, Ruffles Reggae, Close-up Planet, Skol Rock, São Paulo Trip e Rockfest. Além disso, a Mercury também realizou no país shows e turnês de artistas de renome como AC/DC, Bon Jovi, Yes, Black Sabbath, David Gilmour, Sting, KISS, Guns N' Roses e Aerosmith.


Mais informações: 

Redes Sociais: @mercuryconcerts 



SERVIÇO

Data: 17 de março de 2024 (domingo)

Local: Espaço Unimed. Rua Tagipuru, 795 – São Paulo

Portas: 18h

BIG SPECIAL: 18h50

PLACEBO: 20h

Classificação Etária: 18 (dezoito) anos desacompanhados. Menores de 18 (dezoito) anos poderão comparecer ao evento desde que acompanhados dos pais e/ou responsáveis legais. Informação sujeita à alteração, conforme decisão judicial.  


Preços Inteira Meia

Pista R$ 500,00 R$ 250,00

Mezanino R$ 550,00 R$ 275,00

Camarote A R$ 700,00 R$ 350,00

Camarote B R$ 650,00 R$ 325,00  


Ingressos a venda a partir do dia 06/12/23 às 10h – Para o público em geral – Ingressos Parcelados em até 3X sem juros  



Postos de venda: Acesse esta informação através do menu inferior na própria página de vendas do evento.  


Ponto de venda sem taxa de conveniência:

Bilheterias do Espaço Unimed

Rua Tagipuru, 795 – Barra Funda – São Paulo - SP

Horário de Funcionamento: De Segunda a Sábado das 10h às 19h, Exceto Feriados.  


Meia Entrada: Confira a política de meia entrada em: https://ticket360.octadesk.com/kb/category/meia-entrada 


Fonte: Catto Comunicação



Commentaires


bottom of page