• Maria Correia

DayGlo Mourning - Dead Star tem lançamento previsto para fevereiro/2021 pela Black Doomba Records


Às vezes, uma banda pousa com tanto impacto que seu ímpeto os leva ao reconhecimento instantâneo. DayGlo Mourning de Atlanta é exatamente aquela banda - não demorou muito para seu autointitulado debut que eles assinaram com os conhecedores da Black Doomba Records, que tem sido sua gravadora desde então. Agora, chegou a hora de um novo disco para mostrar o que de melhor eles têm a oferecer. Dead Star incorpora o nome da banda: cores vibrantes DayGlo adornam a embalagem que envolve os riffs carregados de luto.


O trio não é do tipo que desperdiça o tempo do ouvinte e vai direto ao que sabe fazer de melhor - uma homenagem ao Doom Metal mais difuso e clássico que eles conseguem reunir. Os tambores estão pegando fogo; Ray Miner pode não estar quebrando nenhuma barreira de velocidade, mas ele bate e libera um ritmo violento, como na estreia “Dead Star”. O baixista Jerimy McNeil, por sua vez, consegue uma vaga bem-vinda no centro do palco em mais de uma ocasião, liderando o ataque em “The Offers” e “Faithful Demise”. Naturalmente, as guitarras estão em constante busca por That Tone, e a que está aqui está no nível certo de distorção para adoradores de amplificadores, contrabalançando os vocais encharcados de cerveja, porém melódicos de Joe Mills.


Em suma, embora a estreia tenha sido uma forte declaração de abertura, Dead Star é um próximo passo necessário para DayGlo Mourning. Destinada a encantar os fãs de Doom Metal de todas as faixas, é um álbum obrigatório que se destaca entre os crescentes elogios de uma banda que representa a cena metal de sua cidade com tanta força.

DayGlo Mourning é:

Ray Miner - Bateria Jerimy McNeil - Baixo, Vocais

Joseph Mills - guitarra, voz


Links:

https://www.facebook.com/dayglomourning


Fonte: Dewar PR