• Maria Correia

Faca Preta fala em superação na cadenciada 'Suportar até o fim'



Foto: Mateus Brandão

Terceiro single do disco Resistir, uma das mais diferentes de toda a carreira da banda, mostra um punk/street rock cadenciado

A punk rock Faca Preta, banda da Repetente Records, selo idealizado e conduzido por três experientes músicos do CPM22 (Badauí, Phil Fargnoli e Ali Zaher Jr), acaba de lançar 'Suportar até o fim', o terceiro single do disco Resistir, que chega ao streaming no próximo mês de agosto.


A música, uma das mais diferentes de toda a carreira da banda, mostra um punk/street rock cadenciado, menos frenético e com uma letra sobre superação de uma depressão.


'Suportar até o fim' está no streaming, com distribuição da Ditto Music: https://ditto.fm/suportar-ate-o-fim.


Faca Preta comenta sobre o lançamento deste terceiro single via Repetente Records:

"Estávamos bastante ansiosos pelo lançamento dessa música, ela difere bastante do tudo que já lançamos até agora, trazendo uma sonoridade com bastante melodia e tratando de um tema forte que é a depressão".


Este lançamento se junto aos singles anteriores que foram disponibilizados nas plataformas digitais pelo selo dos músicos do CPM 22, as músicas 'Cães de Rua' e Coragem'. "Obtivemos uma resposta bastante positiva da galera", destaca o quarteto.


No mês de agosto, além do lançamento de 'Resistir', o Faca Preta fará o show de lançamento do disco no Hangar 110, dia 20/8, ao lado das bandas Red Lights Gang e Os Excluídos.

"Estamos preparando um show com um mix entre as músicas antigas e as desse novo disco. Será demais retornar aos palcos após tanto tempo parado por conta da pandemia", finaliza a banda.

Faca Preta A banda foi formada em 2013 por músicos experientes do circuito underground paulistano e lançou o primeiro EP em 2015 pelo Semper Adversus, extinto subselo de street punk da Hearts Bleed Blue (HBB).

Desde então, a Faca Preta vem sendo um grito de resistência na voz punk rock brasileira. Em 2020 o grupo lançou o single “Dias Melhores” em videoclipe, uma amostra do que está por vir no álbum de estreia, que sai em agosto deste ano via Repetente Records.


Faca Preta nas redes www.instagram.com/facapreta https://twitter.com/facapreta www.facebook.com/FacaPreta


Foto: Andreza Sena

Selo Repetente Records

A Repetente Records, criada por três músicos da banda CPM22, Badauí, Phil Fargnoli e Ali Zaher, surge para fortalecer o rock/punk rock em parceria com uma das maiores distribuidoras de música digital do mundo, a inglesa Ditto Music.


Hoje fazem parte do selo as bandas Anônimos Anônimos, Fibonattis e Faca Preta.

O nome tem tudo a ver com perseverança e persistência na música. Repetente tem a ver com a rebeldia contra padrões. Na escola, muitas vezes o aluno “repetente” é aquele que não se encaixa nos moldes, mas eventualmente encontra na música uma forma de vencer na vida.


Ele repete não por incapacidade, mas por não ligar, não se interessar pelas mesmas coisas ou por estar enfrentando problemas maiores e mais urgentes fora da escola. Em vez de copiar a lousa, ele está sempre criando - fazendo desenhos, escrevendo rimas, bolando planos, fantasias impossíveis, se divertindo com uma realidade menos careta e injusta.


Acompanhe o selo: www.instagram.com/repetenterecords e https://linktr.ee/repetenterecords.


Fonte: Tedesco Comunicação & Mídia