• Maria Correia

Ladytron lança vídeo de “City Of Angels” com atriz brasileira Bianca Comparato


O reverenciado quarteto synth Ladytron lançou recentemente o single principal "City Of Angels'' de seu próximo álbum Time's Arrow, ganhando elogios do Flood por suas "texturas industriais ricas e utópicas, melodias shoegaze", Brooklyn Vegan por seus "ritmos motorik" e Spin por seu "som alimentado por um congelante synth". Hoje, eles revelam o assombroso vídeo da faixa, dirigido por Manuel Nogueira, bem a tempo do Halloween. Como a banda tem dito com frequência: "De onde nós viemos, é sempre Halloween". Enquanto a canção inverte imagens sensualizadas em uma visão de futuro colapso da memória cultural, o visual infunde estes temas em um cenário maravilhosamente arrepiante. É um thriller musical coreografado inspirado nos diretores cult favoritos Roeg e Argento, filmado na mansão brutalista do arquiteto Paulo Mendes da Rocha. A banda assombra o cenário que envolve a atriz principal Bianca Comparato, a estrela do drama de ficção científica da Netflix, 3%, que traz à tona suas habilidades sobrenaturais de atriz enquanto interpreta uma fotógrafa hipnotizada por uma força misteriosa - o próximo hit de horror A24 está para acontecer! Bianca comenta: "Sou tão fã do Ladytron - tive a sorte de estar no vídeo musical...toda a experiência foi um sonho tornado realidade". Esta não é a primeira vez que Ladytron lança um vídeo por volta do Halloween. Relembrando J.G. Ballard e o artista de vídeoChris Cunningham, "Deadzone" de 2019, dirigido pelo colaborador regular Bryan M. Ferguson, retrata dois sobreviventes de um acidente de carro entrelaçados em uma mórbida dança pós-moderna. A cena se abre em dois veículos que colidiram de frente. Wired Mag disse: "Realmente trabalhando o Ballardian neste aqui". Além disso, o conceito para o "Ghosts" de 2008 foi inspirado na Christine de Stephen King, enquanto "Mirage" foi fortemente influenciado por thrillers ocultistas dos anos 70, como o Wicker Man. "City of Angels" é o primeiro single do próximo álbum de Ladytron, Time's Arrow, voltando aos seus temas/moda, disposição e fragilidade da cultura que nos cerca, e a alegria de se libertar dessas estruturas. Os ouvintes podem esperar melodias cristalinas envoltas em texturas geladas e ondulações alternativas, discoteca e sons industriais que se combinam em seu estilo electro pop característico.

Time’s Arrow City of Angels Faces Misery Remember Me Flight From Angkor We Never Went Away The Night The Dreamers Sargasso Sea California Time’s Arrow TURNÊREINO UNIDO 2023 10 de Março,GLASGOW, SWG3 11 de Março, LIVERPOOL, Camp & Furnace 12 de Março, LONDON, Koko

SOBRE LADYTRON Ladytron são: Helen Marnie Mira Aroyo Daniel Hunt Reuben Wu Banda formada em Liverpool no final dos anos 90 e tornando-se famosa pela faixa Roxy Music, o álbum de estréia do Ladytron '604' foi lançado um ano antes do 'Light&Magic' com Witching Hour de 2002 á 2005 - "um salto quântico", disse Pitchfork. O grupo foi elogiado como líder das novas cenas eletro pop e eletroclash, então florescendo, e o 'Light&Magic' passou a ser influente, tanto para a música pop independente quanto para a música pop eletrônica mainstream que se seguiu. A seguir foi o 'Velocifero' de 2008, antes da mais serena e sonhadora 'Gravity the Seducer' de 2011 e depois uma merecida pausa que durou anos mais do que se imaginava. Ao longo do caminho, eles escreveram e produziram para outros artistas, incluindo Lush e Christina Aguilera. O grupo se reuniu novamente em 2019 para um álbum que a Q Magazine chamou de "quase perfeito", com a Mojo insistindo que em "Tempos sombrios, Ladytron faz uma bela trilha sonora para esses tempos". GQ o descreveu como "Formidável música eletrônica, cheia de urgência e ameaça". Enquanto a NPR afirmava que "Ladytron parece extasiada com a ideia de mudança, e de novos começos em face de um possível fim ardente".

SIGA LADYTRON Website | Twitter | Instagram


Fonte: Catto Comunicação