top of page
  • Foto do escritorMaria Correia

Manger Cadavre? lança disco de vinil em pré-venda


Crédito: Dani Moreira

A banda Manger Cadavre? iniciou a pré-venda do álbum ‘Decomposição’, seu mais recente trabalho, em formato vinil 12", 180 gramas, na cor amarela, e com encarte. A encomenda pode ser feita na loja virtual da banda em mangercadavre.iluria.com ou diretamente com os selos envolvidos neste lançamento (confira lista completa abaixo).

Pré venda do vinil Decomposição em mangercadavre.iluria.com


‘Decomposição’ em vinil foi prensado pela Vinil Brasil, fábrica de discos sediada em São Paulo com tiragem de 300 unidades. A empresa materializou anteriormente outro trabalho do Manger Cadavre?, o EP ‘Senhores da Moral’ em vinil vermelho 7”, também disponível na loja digital do Manger Cadavre?.

A capa de ‘Decomposição’ é assinada por Wendell Araújo e a diagramação do encarte é do artista Alcides Burn. A mixagem é de Otavio Rossato e a masterização exclusiva para vinil é de David Menezes.


Em ‘Decomposição’, que conta com faixa com participação especial de Fernanda Lira (Crypta) e Caio Augusttus (Desalmado), Manger Cadavre? manteve sua essência hardcore mas dessa vez levando a sonoridade para os rumos do death crust.


‘Decomposição’ gira em torno de dois pontos centrais de reflexão: pensamentos sobre a existência e outra camada que aborda em tom crítico assuntos como a pandemia. Tem um clipe lançado no YouTube da música ‘Apatia’, título inspirado na melancolia, que, no século XIX era tida como o mal do século e chamada de “Doença dos Olhos Vazios”.


Assista Apatia aqui:

O lançamento de ‘Decomposição’ em vinil é do coletivo de selos formado por Xaninho Discos, Helena Discos, Vertigem Discos, Poeira Maldita, Tiranossaura Recs, Brado Records, Two Beers or Not Two Beers e Discos Bacural.


Mais de Decomposição em vinil nos perfis de Instagram:


Sobre Manger Cadavre?

Nascida em 2011 em São José dos Campos, no interior de São Paulo, Manger Cadavre? passou a ser reconhecida pela qualidade de seus trabalhos e se tornou sinônimo de resistência enquanto banda independente no cenário da música pesada brasileira. Para virar a primeira década de vida, lançou o álbum ‘Decomposição’ e também assinou com o selo Blood Blast, subsidiária da gravadora alemã Nuclear Blast para distribuição digital da obra. O lançamento contou ainda com o trabalho conjunto dos selos Xaninho Discos, Poeira Maldita Recs, Helena Discos, Brado Distro, Two Beers or Not Two Beers Records e Tiranossaura Recs.


Manger Cadavre? conquistou também o papel de expoente no rol das vozes femininas de metal extremo sob comando de sua cofundadora, vocalista e compositora Nata Nachthexen. A banda é formada também pelo cofundador Marcelo Kruszynski (bateria), Paulo Alexandre (guitarra) e Bruno Henrique (baixo).

Manger Cadavre? - um questionamento em francês para “Comer Cadáver?” - luta pelo fim de todos os tipos de exploração. Com letras a partir do recorte de classe, faz um hardcore com influências do crust, extremamente politizado. A banda, que teve início em 2011 tem na discografia os singles, splits e álbuns ‘Existimos’, ‘Sua Justiça’, ‘Origem da Queda’, ‘Limbo’, ‘Senhores da Moral’, ‘Revide’, ‘AntiAutoAjuda’ e ‘Inflamar’ além de ‘Decomposição’.

Manger Cadavre? já se apresentou em grandes festivais nacionais como Setembro Negro, Oxigênio Festival, Abril Pro Rock, entre outros e percorreu todas as regiões do Brasil. A turnê mais recente é dedicada ao disco novo e já passou por várias cidades do Sul, Sudeste e Nordeste do país.

Manger Cadavre é

Nata Nachthexen - Vocal

Marcelo Kruszynski - Bateria

Paulo Alexandre - Guitarra

Bruno Henrique - Baixo


Mais do Manger Cadavre?


Fonte: Agência 1a1


Comments


bottom of page