• Maria Correia

Motorhammer: Edson Graseffi explica conceito da arte de capa


Baterista e vocalista se inspirou na arte de Brian Schroeder, Pushead, para capa de "Round 35"

O Motorhammer, projeto criado pelo baterista e vocalista Edson Graseffi para celebrar seus 35 anos de carreira no heavy metal e que é completado por Renato Haboryni (guitarra) e Daniel Corvo (baixo), atualmente prepara o EP de estreia, que trará músicas de quase todas as bandas antigas que Graseffi integrou, como Panzer, Reviolence e Punch. Para a arte de capa, Graseffi explicou que teve artista americano Brian Schroeder, conhecido como Pushead e que criou artes para Metallica, Queensrÿche, Misfits, Corrosion of Conformity, Rattus, Hirax, Prong e outros, como referência.

"Eu sempre acreditei que capas de álbuns devem levar um conteúdo artístico relacionado à sua música e ao momento que você está gravando. Como muitos sabem, além de baterista eu também sou ilustrador e tatuador profissional e, então, desenvolvi essa arte inspirada nos crânios do ilustrador americano Pushead, que sou grande fã", declarou Edson Graseffi. "As ilustrações do artista americano Brian Schroeder, o Pushead, fizeram parte de toda minha adolescência, relacionadas a bandas importantes na minha formação musical, como Metallica e Misfits. Assim, resolvi criar algo que remetesse a esse espírito da época, além de ter uma áurea de histórias em quadrinhos, algo pelo qual também sempre fui apaixonado", acrescentou o baterista e vocalista. Veja o making of das sessões de gravação de bateria do Motorhammer:

Site oficial: www.edsongraseffi.com.br Instagram: @motor.hammer | @edsongraseffi Nota na ASE Music: https://is.gd/S8c6sx

Fotos Crédito: Carla Graseffi

ASE Music Ricardo Batalha www.asepress.com.br/music https://linktr.ee/batalha


Fonte: ASE Music Press