top of page
  • Foto do escritorMaria Correia

Repressor lança clipe do single “O Homem no Castelo de Vidro”, com falas políticas e antifascistas


Dois anos após o lançamento do aclamado álbum “Agonia” (2019), a Repressor, um dos nomes mais importantes do thrash metal brasileiro, está de volta com sua sonoridade moderna que une o peso do heavy metal com a riqueza de diferentes estilos de música brasileira como o baião e outras sonoridades nordestinas.


Com influências distintas que vão de Slayer a Zé Ramalho, o quarteto da cidade de Niterói (RJ) lançou no dia 20 de agosto, o clipe do single inédito “O Homem no Castelo de Vidro”, dirigido por Gabriel Russel, baterista da banda.


O novo clipe mostra que a banda está em sua melhor forma enquanto se prepara para o lançamento do 5º disco de estúdio, previsto ainda para esse ano.


Tanto a intensa produção do clipe quanto a forte mensagem política da letra escrita pelo guitarrista Caio Kattenbach colocam a Repressor como uma das principais cabeças pensantes das mazelas da sociedade brasileira dentro da cena do metal hoje em dia.


“Estamos muito contentes com o grande lançamento de ‘O Homem no Castelo de Vidro’. Desde que começamos a trabalhar na música, logo me apaixonei por ela. Como tudo que fazemos, a mensagem é política, mas também antifascista”, revela o guitarrista Caio Kattenbach.


O título “O Homem no Castelo de Vidro” foi inspirado no cultuado livro de ficção científica “O Homem do Castelo Alto”, de Phillip K. Dick, que fala sobre uma distopia onde a Alemanha nazista venceu a Segunda Guerra.


Caio dá mais detalhes:“A ideia geral é passar uma noção de que a sociedade possui certezas frágeis como um teto de vidro. A música também foi inspirada em um vazamento de escuta nas investigações da morte da Marielle Franco, onde Bolsonaro era citado como ‘o cara da casa de vidro’”, completa.


Originalmente fundado em 2006, a Repressor renasceu em 2015 com uma nova formação, mas com o mesmo ideal de abraçar ritmos e melodias genuinamente brasileiros como o baião e o forró, juntamente com o peso e a velocidade do thrash metal.

A Repressor é formado por Guilherme Marchi (Guitarra e Vocal), Gabriel Russel (Bateria), Gabriel Belão (Baixo) e Caio Kattenbach (Guitarra).


Repressor Social Media


Assessoria de Imprensa: The Bridge Press BR

Instagram: @thebridgepressbr


Fonte: The bridge Press BR

Comments


bottom of page