• Maria Correia

The Gramophones acerta em cheio com o single de 'I Alone' e se destaca na cena folk rock nacional


Banda vem apresentando cuidado e sofisticação em seus últimos lançamentos

The Gramophones lançou recentemente o single e clipe da faixa  'I Alone'. A música faz parte do segundo disco da banda e ganha neste lançamento uma nova versão uma pegada original, mais folk e que remete a bandas como Jamestown Revival.


A faixa conta com a participação de Rafael Mimi (Nx Zero / Trago) no bandolim, foi mixada e masterizada pelo Edu Recife, e se encontra em todas as plataformas de streaming via Electric Funeral Records. O clipe foi produzido pelo baterista e compositor dessa música, José Monaco. 

A banda segue acertando em cheio nessa nova fase de sua carreira, demonstrando em seus lançamentos cuidado e sofisticação, e uma pegada folk de qualidade e diferente do anda tendo no mercado nacional.

Batemos um papo com a banda sobre sua trajetória, influências musicais, processo de composição, entre outras curiosidades. Confira!

De onde surgiu esse nome "The Gramophones"?   O que levou a banda a esse nome?  

Ouvi numa música do White Stripes chamada Rag and Bone e achei sonoro esse nome.

Como se deu o surgimento da banda?

Eu e o Felipe Rangel tivemos uma banda chamada Flavour em 2008-2009, onde a gente tocava principalmente covers de classic rock. Depois que essa banda acabou a gente se juntou e começamos a compor algumas músicas juntos, o Rangel tinha umas músicas dele, eu tinha algumas outras… e ai fomos começando, como um projeto sem muita pretensão mesmo. Começamos o The Gramophones em 2010, em 2011 lançamos o primeiro single com Dear Young Jane e Irish Coffee. Depois acabamos virando uma banda mesmo e seguimos.

A banda relançou recentemente dois singles. Como foi o processo de composição e gravação desse material? 

Words Untold, que é o primeiro deles, é uma gravação antiga… deve ser 2012 ou 2013 eu acho. Essa é uma versão acústica de uma música do nosso primeiro disco e a ideia era lançar meio que um bootleg. Essa música gravamos em casa, no meu quarto… achei essa versão durante uma faxina no meu hd durante a quarentena, ai gostamos da música e resolvemos lançar… é quase um “bonus track” hehe.

I Alone é uma música do nosso segundo disco (2014), que eu fiz no violão… só que no disco acabou virando uma versão com banda e tal. Ai depois do lançamento de Words Untold, lembrei dessa versão mais acústica e fiquei afim de gravar. O Rangel gostou da ideia e foi isso.

De onde partiu a idéia de dar uma roupagem nova a essas faixas?

A gente estava com a banda parada desde o final de 2016. E ai o plano inicial agora durante a quarentena era lançar essa versão bootleg de Words Untold e só. Só que ai depois que lançamos foi voltando uma vontade de tocar, compor e tal… e ai a gente foi seguindo. Eu e o Rangel fizemos algumas lives no Instagram e acabamos fazendo essas versões mais acústicas pra essas lives, e ai acabamos gostando dos sons. E como a gente tava com a banda parada há muito tempo achamos que seria legal ir voltando “aos poucos”, com essas versões acústicas e tal.

O último single lançado foi muito bem recebido. Podemos esperar single, ep ou full album inédito em breve?  

Temos mais um single ai a caminho, a música se chama Anna e vai ser o último dessa fase de versões das músicas antigas.

Depois disso temos um EP de 3 músicas inéditas planejado. Nós gravamos esse EP ao vivo num sítio em Avaré no interior de SP, com uma banda grande, vários convidados legais e tal. Sou suspeito pra falar, mas acho que esse é o melhor material que já gravamos com a banda.

Suas Músicas demonstram intensidade e entrega total. Existe alguma composição que seja mais especial para vocês?  

Difícil escolher… mas acho que as inéditas que vão ser lançadas no EP :)


Quais as bandas e fontes artísticas que inspiram o som da banda?

Ultimamente temos ouvido bastante bandas como Grateful Dead, Allman Brothers, Neil Young, Jamestown Revival, Black Crowes… acho que o material novo que estamos compondo deve ir mais nesse caminho.


Como que vocês estão lidando com a pandemia de covid 19? Que tipo de interação a banda está tendo com o público nesse momento de quarentena?

Estamos retomando aos poucos as atividades da banda, tudo nesse momento bem difícil né… Fizemos algumas lives, participamos de um festival online bem massa chamado Pedrada At Home e estamos lançando esses singles. Aproveitamos bastante o momento da pandemia para compor músicas novas também.


Quais os planos para 2021?

Lançar o nosso EP com músicas inéditas e quem sabe um terceiro disco, e assim que possível, voltar a fazer shows!

Confira o clipe e single de 'I Alone: https://spoti.fi/2CsfRoq https://www.youtube.com/watch?v=qXGks1EgPdY&feature=emb_title

Equipe Collapse Agency: Flavio Neto, Rafael Neutral e Sylvia Sussekind. Collapse Agency facebook.com/collapseagency www.instagram.com/collapseagency www.collapseagency .com.brPhone: +55 21 996292220 Latest shows: Garage Sounds - The Dwarves - EYEHATEGOD - Earthless - Mars Red Sky - Doom - Marduk - Nasty - Belphegor - Entombed - Fear Factory - Uzômi - S.O.H - Surra -Magüerbes - Menores Atos - Test - Acidez - Agency roster, Press and Promotion: Apto Vulgar - Astronova - Backdrop Falls - Bull Control - Chaotic System - Corona Nimbus - Frogslake - Igor Montenegro - Pavio - Malvina - Mantre - Minerva - Nostos - Obey! - Satan's a Woman - Tigersharks - Último Sopro - Wolf Among Us - Electric Funeral Records - Abraxas Records - Obscur Produções - Dinamite Records - Garage Sounds Fonte: Collapse Agency

As opiniões expressas nesse site são de responsabilidade de seus autores e não expressam necessariamente a opinião de seus editores.

Site criado por JP Carvalho da JPGraphix, para Metal No Papel 2017 / 2020 - Todos os direitos reservados.

O site Metal no Papel tem sede à Rua Joaquim do Lago, 339 Casa - Balneário Mar Paulista, São Paulo, SP

CEP: 04463 - 080 - mnp.metalnopapel@gmail.com