top of page
  • Foto do escritorMaria Correia

Vocalista do Electric Mob, Renan Zonta, impressiona mais uma vez no The Voice Brasil


Crédito da foto: Victor Pollak / Gshow

Cantor que já havia participado da edição de 2016 do reality da TV Globo surgiu interpretando versão de “Kiwi”, música de Harry Styles, e conquistou os jurados

A aguardada 12ª e última temporada do The Voice Brasil estreou na terça (28) com surpresas e performances extraordinárias. Renan Zonta, vocalista do Electric Mob, foi destaque, apresentando uma versão impressionante da música "Kiwi", de Harry Styles.


Confira a performance aqui:


Na fase inicial de audições às cegas, Renan Zonta encantou os técnicos - Lulu Santos, Carlinhos Brown, Michel Teló e a dupla IZA/Mumuzinho - que viraram suas cadeiras em aprovação. Sua interpretação única demonstrou a versatilidade do rock, provando que o estilo pode muito bem ser pop e vice-versa. Renan, conhecido pelo seu trabalho no Electric Mob, já havia participado da edição de 2016 do reality e mostrado para o Brasil inteiro o poder de sua voz.


A participação de Renan Zonta na atração da Rede Globo veio para coroar um ano que tem sido marcante para o Electric Mob. A banda que faz um hard rock moderno colhe os frutos de uma trajetória que começou com o lançamento do álbum “Discharge” (2020), que traz a aclamada “Devil You Know”, com seus mais de 3,2 milhões de plays nos streamings.


Com o lançamento do segundo álbum "2 Make U Cry & Dance" no início de 2023, o grupo de Curitiba voltou a receber elogios da crítica mundial, consolidando a posição da banda não apenas no Brasil, mas também em países como Alemanha, França, Portugal, EUA, Inglaterra, Espanha e Suécia.


Além disso, a presença do Electric Mob no lineup do Summer Breeze 2024 é mais uma prova do crescimento e reconhecimento da banda tanto no cenário local quanto internacional. Compartilhando o palco com renomadas bandas como Mercyful Fate, Mr. Big, Angra e Sebastian Bach, o Electric Mob continua a trilhar um caminho de sucesso global.



Links Electric Mob


Fonte: The Bridge Press

bottom of page