• Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Google+ Icon
  • Grey YouTube Icon

          Site criado por Ygor Nogueira, da Noguer Art Design, para Metal No Papel. 2017 Todos os direitos reservados.

Metal no Papel é um novo projeto desenvolvido recentemente com o único intuito de propagar o Metal e suas vertentes sem degradação e, sim, de alguma forma trazer o devido apoio às bandas brasileiras, contemplando as notícias e informações pertinentes ao público devido.

 
Seus colaboradores e idealizadores estão sempre presentes, na ativa, para proporcionar aos leitores, bandas e também àqueles que, mesmo em meio as adversidades, trilham um caminho árduo em produções de eventos, enriquecendo nossa cultura, para que o METAL não perca sua essência.

 

Bem vindos ao Metal no Papel!

LACERATED AND CARBONIZED - Live Evil Sesc Belenzinho/ SP

April 26, 2018

 

LAC in Hell de Janeiro
Live Evil: 20/04/18
Realização:  Projeto Música Extrema/ Sesc Belenzinho
Fotos: By Leandro Renó / Impressa do Metal -  https://www.facebook.com/imprensametal/  e  Paulo Doc (LAC)

 

Neste sábado do dia 20 de Abril, o projeto música extrema realizado na instituição Sesc Belenzinho, abriu suas portas para a banda carioca LAC,que após cinco anos desembarcou em “Sampa”, para apresentar suas composições extremas, calçadas na vertente do Death Metal, onde os seus fãs puderam acompanhar algumas músicas executadas de seus três trabalhos autorais no palco do Sesc, e principalmente do aclamado álbum Narcohell.

 

Com a nossa chegada para registrar o evento, notamos o quanto a banda vem sendo muito respeitada dentro do Underground extremo, além de seus fiéis fãs seguidores, notamos diversos músicos representantes do Metal Nacional, como o pessoal do, Chaos Synopsis, Nervosa, Reffugo, Faces Of Death, Oitão, Trek Magalhães, Rafael Galbes e, entre outros, também o “Papito”,  Supla, estavam ali presentes, para acompanhar a devastação que se iniciaria pelo “LAC” no palco.

 

 

 

Como já estamos acostumados, o Sesc é sempre pontual em seus horários. Então, por volta das 21h30min, os músicos ‘Jonathan Martins’, ‘Caio Mendonça’, ‘Paulo Doc’ e o convidado de LACERATED AND CARBONIZED, ‘Sandro Moreira’/ Rebaelliun, que assume as baquetas, substituindo o músico ‘Victor Mendonça’, que ainda se encontra em repouso, devido o seu acidente em La Paz, pela “Tour Latino Americano”, sobe ao palco iniciando o seu setlist, de forma matadora.

 

Assim que a intro interrompeu, os fãs teve o privilégio de ver sendo tocadas três composições presentes no álbum The Core Of Disruption, sendo elas “ L.A.C; “Third World Slavery” e Awake The Thirst”. As mesmas já demonstravam como a banda é imponente, pois a presença de palco dos caras é bem forte, sendo que ainda o seu “frontman” Jonathan Martins, se desculpou dizendo que não estava em seus melhores dias: Rapaz, e essa estupidez toda que estou vendo? Sempre tive a curiosidade de vê-los ao vivo, e, confesso, fiquei de queixo caído.

 

 

Em seguida, o “LAC” dá sequência no palco, realizando mais três músicas presentes do aclamado Narcohell, sendo elas: “Spawned In Rage”; “Narcohell” e “Bangu”, que logo vem acompanhada de “Ódio e o Caos”. Essa trinca veio muito bem representada em nossa língua pátria. Todos ali presentes, puderam notar o quanto a banda estava à vontade no palco, principalmente o músico Sandro Moreira/ Rebaellium. O cara é um monstro tocando “batera”, seus Blast Beast são insanos, acompanhados de riffs ácidos, fora o vocal que dava aquele toque especial fazendo tudo soar como um verdadeiro rolo compressor, esmagando a moleira de todos os presentes.

 

 

E, já com a galera neste caminho toda empolgada, a banda carioca segue destruindo o palco do Sesc, com as composições extremamente pesadas, “BloodDawn”, “Cephalic Crusher” e “Severed Nation” são a bola da vez, levando o público ao êxtase, e, sem perder o clima presente no ambiente, a banda emenda mais duas canções “Seeds Of Hate” e “Homicidal Rapture”, que o fecha o ciclo de mais um bloco.

 

E, logo mais uma introdução é jogada no palco, que vem seguida da interpretação de “At War” e “Hell de Janeiro”, outra ótima canção, devastação pura vindo de toda a harmonia presente na execução, mais uma vez temos outra intro, para abrir os caminhos para mais duas canções, sendo as grandes responsáveis para fechar a noite do palco, eis elas: “System Torn Apart” e “Mundane Curse”, sendo que as mesmas deixam aquele gostinho de que, queremos mais. Mas como tudo que é bom acaba passando rápido. E, o importante é ver a satisfação de todos os presentes saírem felizes, como eu próprio saí com a mesma intuição, como mencionado nos parágrafos acima, sempre tive a intenção de vê-los ao vivo, e com certeza tive o privilégio e satisfação de sair de lá, com um enorme prazer garantido de presenciar uma banda tão excelente.

 

 

 Parabéns LACERATED AND CARBONIZED pelo show tão emblemático, realizado no palco do Sesc Belenzinho e à galera que compareceu em peso para presenciar os cariocas do LAC. Essa é a verdadeira demonstração que o Underground tem força desde que a galera colabore como todos fizeram. PARABÉNS à todos!

 

 

 

 

Line-up:

Jonathan Martins - vocal

Caio Mendonça - guitarra

Paulo Doc - baixo

Sandro Moreira - bateria, substituto de Victor Mendonça

 

Setlist/show:

L.A.C;

Third World Slavery

Awake The Thirst

Spawned In Rage

Narcohell

Bangu 3

Ódio e o Caos

BloodDawn

Cephalic Crusher

Severed Nation

Seeds Of Hate

Homicidal Rapture

At War

Hell de Janeiro

System Torn Apart

Mundane Curse

 

Contatos:

Facebook

Site

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Entrevistas Recentes

November 10, 2018

Please reload

Resenhas Recentes
Please reload