• Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Google+ Icon
  • Grey YouTube Icon

          Site criado por Ygor Nogueira, da Noguer Art Design, para Metal No Papel. 2017 Todos os direitos reservados.

Metal no Papel é um novo projeto desenvolvido recentemente com o único intuito de propagar o Metal e suas vertentes sem degradação e, sim, de alguma forma trazer o devido apoio às bandas brasileiras, contemplando as notícias e informações pertinentes ao público devido.

 
Seus colaboradores e idealizadores estão sempre presentes, na ativa, para proporcionar aos leitores, bandas e também àqueles que, mesmo em meio as adversidades, trilham um caminho árduo em produções de eventos, enriquecendo nossa cultura, para que o METAL não perca sua essência.

 

Bem vindos ao Metal no Papel!

PSILOCIBINA estreia com 7 faixas de puro frenesi

August 5, 2018

By – Tedesco Comunicações

 

Power trio instrumental carioca apresenta seu primeiro álbum, que sairá em CD e LP em uma parceria entre a Abraxas Records e o selo alemão Electric Magic.

 

Após divulgar o single 'LSD / Acid Jam' no início deste ano, a Psilocibina lança agora o seu primeiro trabalho completo, o álbum homônimo composto por 7 faixas instrumentais calcadas na sonoridade mais pesada dos anos 70, mas que também transitam entre ritmos latinos e ancestrais e estruturas sonoras urbanas mais contemporâneas. O trabalho já está disponível nas principais plataformas de streaming pela Abraxas Records. Ouça aqui: https://onerpm.lnk.to/Psilocibina.

 

Foram mais de 3 anos de muitos ensaios, shows e jams para que o power trio carioca, formado pelo guitarrista Alex Sheeny, o baixista Rodrigo Toscano e o baterista Lucas Loureiro, finalmente lapidasse e sentisse a confiança necessária para registrar, e assim dar vida, às suas composições. Apesar de estreante - se é que pode ser assim chamada - a Psilocibina já dividiu o palco com nomes de peso do cenário international, como as norte-americanas Radio Moscow e The Shrine, e a alemã Samsara Blues Experiment. O resultado, mais que nítido neste álbum, é uma banda madura, que sabe exatamente o que está fazendo.

 

Nos frenéticos 36 minutos que percorrem o álbum, mudanças de tempo são abundantes e fluidas, e as guitarras tomam o lugar dos vocais, não necessariamente “cantando” as linhas dos versos, mas liderando a carga progressiva que soa vibrante e enérgica em seu âmago. Um engenhoso equilíbrio entre as melodias e omissões lúdicas cria sequências bem estruturadas de clímax/anti-clímax que tornam este primeiro trabalho da banda ainda mais rico.

 

'Psilocibina' foi gravado por Matheus Ullman no Estúdio Mata (Niterói/RJ) em maio de 2017, mixado por Alex Sheeny e masterizado no estúdio Tonmeisterei em Oldenburg, Alemanha. Todos os integrantes assinam as composições.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Entrevistas Recentes

November 10, 2018

Please reload

Resenhas Recentes
Please reload