• Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Google+ Icon
  • Grey YouTube Icon

          Site criado por Ygor Nogueira, da Noguer Art Design, para Metal No Papel. 2017 Todos os direitos reservados.

Metal no Papel é um novo projeto desenvolvido recentemente com o único intuito de propagar o Metal e suas vertentes sem degradação e, sim, de alguma forma trazer o devido apoio às bandas brasileiras, contemplando as notícias e informações pertinentes ao público devido.

 
Seus colaboradores e idealizadores estão sempre presentes, na ativa, para proporcionar aos leitores, bandas e também àqueles que, mesmo em meio as adversidades, trilham um caminho árduo em produções de eventos, enriquecendo nossa cultura, para que o METAL não perca sua essência.

 

Bem vindos ao Metal no Papel!

WAR CRIMES – AJNA

June 21, 2019

By Quem Sabe Faz Autoral

WAR CRIMES é o nome do novo EP do AJNA, banda veterana do metal paulista, lançado maio de 2019

 

Esse é o quarto trabalho da banda que está na ativa desde 1990. Seus shows atuais  compilam todo trabalho do AJNA desses últimos anos, desde o primeiro Split, “Fatal Bright”, passando pelo CD “Mirror”, do EP “Mind Revolution” e trazendo agora “War Crimes”, gravado recentemente, no começo de 2019.

 

O EP traz músicas pesadas, modernas e atuais como sempre foi a marca registrada da banda. Influenciada pelo Metal e o Thrashmetal pesado e nervoso, conta também com colagens industriais, samplers e a garra que sempre caracterizou o AJNA.

 

Assim como o último CD da banda "Mirror". “War Crimes” foi gravado nos estúdios Mr. Som, com produção de Marcelo Pompeu (Korzus) e mixagens de Heros Trench (Korzus).

 

A banda conta hoje em sua formação com; Ivo Rocha; Batera, Nando Simões; Baixo e Lucas Pelarin; Guitarras e Elizabeth Queiroz (Tibet); Vocais.

 

Os trabalhos de produção e conversações desse EP, começaram em meados de 2018, com audições e pré-produção de Marcelo Pompeu (Korzus), que já havia produzido anteriormente um trabalho com o AJNA, no CD “Mirror ”e lançado no ano 2000 pelo selo Destroyer.

 

As gravações aconteceram no final de 2018 e começo de 2019, assim como as finalizações, mixagens e colagens que ficaram a cargo de Heros Trench, (Korzus), que sempre deixa sua marca forte na sonoridade, característica do Estúdio Mr.Som.

 

A grande novidade é que o AJNA, de olho no século XXI, lança esse EP “WAR CRIMES” no formato CD PEN-CARD  4 gigas, priorizando a tecnologia, a modernidade e a facilidade do mundo virtual. Como um veículo moderno e que facilita a compilação de material promocional, como ou lyrics vídeos, que serão lançados posteriormente,  fotos, releases, biografia, press note, links do site e das páginas da banda, além das quatro faixas em formato MP3, e WAVE.

“WAR CRIMES” também estará à disposição em todas as plataformas virtuais.

Abrindo o EP; “Killer God”, uma das faixas pesadas do CD, com riffs de guitarra precisos e cadenciados e uma cozinha forte, contrastando com um mantra espiritual do Islan. A letra foi inspirada no atentado em Paris, no Teatro Bataclan, na Boulevard Voltaire, atentado terrorista que matou 180 pessoas em novembro de 2015, durante um show de rock, atentado em que o ISIS assumiu autoria. Mas também é uma crítica a todas as religiões que impõe a violência para atingir seus objetivos. Participação de Marcelo Pompeu nos vocais.

 

“The Shadow Of Cave”: Balada moderna e pesada, bem característica do AJNA, um vocal mais limpo contrastando com um groove de voz, e pitadas metal/hardcore trazendo a influência do metal hibrido. A letra é uma analogia à obra de Platão – O Mito da Caverna. Uma metáfora, uma alegoria, criada pelo filosofo grego, que na tentativa de explicar a ignorância humana para atingir o mundo real, baseia-se na razão acima dos sentidos.

 

“War Crimes”; Música pesadona que dá nome ao disco e que inspirou a arte da capa feita pelo baterista da banda, Ivo Rocha. “War Crimes” é uma porrada sonora, moderna e radical cuja a letra aborda as atrocidades e os crimes de guerra cometidos pela humanidade durante os conflitos mundiais. Lembrando que mesmo gerando essas atrocidades, também somos vítimas de nossos próprios desejos de poder e de dominação social. Essa faixa também  a teve participação especial do Marcelo Pompeu nos vocais.

 

“Hunger”: Fechando o EP a regravação de uma faixa do CD “Mirror”, música que mostra o lado mais metal da banda, composta nos anos 90. Classic metal inspirado em bandas como Sabbath e Slayer, sua grande influência. Buscando assim inspiração no passado da banda e segurando firmemente o fio do presente e do futuro do AJNA.

 

“War Crimes” traz uma banda mais madura e pesada com lançamento previsto para os próximos meses e estará disponível em todas as plataformas digitais e brevemente distribuída em CD PEN-CARD, que é uma novidade proposta pela banda. E lançado também em CD PLAYER.

AJNA:

Elizabeth Queiroz (Tibet): Vocal.

Lucas Pelarin: Guitarra.

Nando Simões: Baixo.

Ivo Rocha: Bateria.

 

Produção e Direção Artística: Marcelo Pompeu

Mixagens e Colagens: Heros Thrench.

 

Direct Line: 11997726039

http://ajnarockofficial.blogspot.com/

ajnarockofficial@gmail.com

https://www.facebook.com/AJNAROCKOFFICIAL/

https://www.facebook.com/groups/1241546242537612/

https://www.youtube.com/channel/UCA9hePyBJMUIPVoRtp4qcJw

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Entrevistas Recentes

November 10, 2018

Please reload

Resenhas Recentes
Please reload