• Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Google+ Icon
  • Grey YouTube Icon

          Site criado por Ygor Nogueira, da Noguer Art Design, para Metal No Papel. 2017 Todos os direitos reservados.

Metal no Papel é um novo projeto desenvolvido recentemente com o único intuito de propagar o Metal e suas vertentes sem degradação e, sim, de alguma forma trazer o devido apoio às bandas brasileiras, contemplando as notícias e informações pertinentes ao público devido.

 
Seus colaboradores e idealizadores estão sempre presentes, na ativa, para proporcionar aos leitores, bandas e também àqueles que, mesmo em meio as adversidades, trilham um caminho árduo em produções de eventos, enriquecendo nossa cultura, para que o METAL não perca sua essência.

 

Bem vindos ao Metal no Papel!

SEGREGATORUM: Assista ao lyric vídeo do novo single, "Nourished Wounds"

December 3, 2019

 By Wargods Press

A banda SEGREGATORUM foi fundada em 2016 na cidade de Bento Gonçalves/RS, tendo como objetivo buscar uma sonoridade própria dentro de suas influências Death/Doom Metal. Seu primeiro EP, intitulado “Death Bells” foi lançado em 2017, apresentando uma temática sombria e misteriosa, referente às imperfeições, falhas e corrupções humanas, com letras descrevendo os sete pecados capitais. O termo “segregatorum” descende do Latim, que significa “isolado”, fazendo menção às pessoas individualistas, que vivem para si mesmas. Mas primeiramente, o nome da banda surgiu da música “Isolate”, do Paradise Lost, uma grande influência para todos os integrantes.

 

Em 2019 a SEGREGATORUM entrou em estúdio para gravar seu primeiro full length, intitulado “Lemarchand’s Dominus”, mixado e masterizado por Ernani Savaris da SoundStorm Studio. O álbum contará com 10 faixas, sendo três faixas remasterizadas do primeiro EP e sete faixas inéditas e será lançado em março de 2020. Sobre o aguardado debut, o vocalista Lucas A. Lazzarotto comenta: “O primeiro álbum de uma banda, geralmente, é sempre um dos mais marcantes, pois todas as bandas olham para traz, para se inspirar e se basear e olham para o futuro, para quem sabe fazer melhor ainda. Estamos planejando este álbum há quatro anos, tempo mais do que suficiente para deixar as composições alinhadas e bem acabadas. Acreditamos que este trabalho irá nos trazer o devido reconhecimento e principalmente exibir, para o resto do mundo, a nossa cena forte do Metal Nacional, que está em constante renovação.”.

 

Antes do álbum, porém, Lucas A. Lazzarotto (vocal), Igor Alves Bidigaray e Luiz Felipe Dias Flores (guitarras), Lucas Carbonera (baixo) e Carlos Acosta (bateria) lançam o single para a música “Nourished Wounds (Elysium Part I)”, também disponibilizada em formato de lyric vídeo. Segundo Lazzarotto, a música “traz em sua letra uma dos conceitos centrais da temática, cuja qual, é evidenciada em todo álbum, que é as imperfeições, falhas e corrupções humanas, mais precisamente os sete pecados capitais, juntamente, com as práticas pecaminosas realizadas pelo ser humano, no qual, a letra cita, que é um ritual que cometemos (in)voluntariamente e praticamente a todo momento, juntamente, com a sua busca insaciável pelo prazer carnal, fazendo referência também ao filme Hellraiser, dirigido e produzido por Clive Barker.”

 

A música condensa todas as influências e experiência dos músicos ao longo de vários anos dedicados ao som pesado com outras bandas e projetos. Embora a SEGREGATORUM tenha sido formada em 2017, o quinteto já é conhecido nos palcos gaúchos, e com “Nourished Wounds” buscam iniciar uma nova etapa em sua carreira. O mix de influências é explicado em detalhes por Lazzarotto, que também fala sobre a estrutura da música e seus variados detalhes: “A estrutura da música começa com um clima de mistério, pois precisávamos de uma introdução que prende o ouvinte, até o momento que o riff introdutório ganhasse corpo, um riff ao qual, buscamos relembrar o peso e os épicos riffs do Candlemass, após esta introdução, o parágrafo, começa com um riff arrastado e com um vocal “quase limpo”, com a intenção de matar a saudade do Sentenced, pois a princípio aqui era destacar a melodia e o ritmo xamânico, remetendo o ouvinte numa espécie de ritual, na segundo parte do parágrafo, ocorre uma transição tanto nos vocais e também na percussão, para gerar certa aflição e expectativa ao ouvinte, enfim, chegamos ao refrão, sempre procuramos dar ênfase e gerar capricho nas melodias das músicas, por tanto este refrão se vende fácil aos ouvidos, o vocal do refrão é rasgado e agressivo, tipo Enthroned, Marduk e Carcass, já o riff do instrumental, é pesado e melódico, mas empolgante, relembrando bandas de Death Metal como Hypocrisy e Bloodbath, convergindo deslumbrantemente. No interlúdio da música aparece o riff mais melódico da composição, lembrando o velho Paradise Lost, nossa principal influência. Este riff vem acompanhado de um vocal rasgado, justamente para contrapor a beleza da melodia, fazendo o casamento perfeito. No final ainda repetimos mais uma vez o refrão, para ficar grudado no seu córtex.”.

 

Assista ao lyric vídeo:

https://youtu.be/siahEqk3ua4

 

Contatos:

Facebook: https://www.facebook.com/segregatorummetal

Instagram: https://www.instagram.com/segregatorummetal

Assessoria de Imprensa: www.wargodspress.com.br

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Entrevistas Recentes

November 10, 2018

Please reload

Resenhas Recentes
Please reload