top of page
  • Foto do escritorMaria Correia

Saxon ilumina o Tokio Marine Hall em uma noite épica de Heavy Metal



Texto: Filipe Moriarty

Fotos: Belmilson Santos - @bel.santosfotografia


Na quarta-feira, dia 15 de novembro de 2023, o lendário grupo Saxon incendiou o palco do Tokio Marine Hall com uma apresentação que reverberou o verdadeiro poder e glória do heavy metal clássico.


O espetáculo teve início com o Madzilla, uma banda formada em 2018 em Las Vegas, que empolgou o público com seu Melodic Thrash Metal de primeira. Formada por David Cabezas nos vocais, temos Daniel Gortaire no Baixo, Luis Zevallos na bateria e Ian Garcia na outra guitarra. O grupo estabeleceu uma forte conexão com o ainda pequeno público presente, se comunicando em português, a novata banda e o público brasileiro conseguiram obter ma belíssima sinergia.


A abertura eletrizante do Madzilla foi montada com faixas do seu full álbum de 2021 “Asphyxiating Cries” e de seu EP de 2019 entitulado “Vengence”. Apesar dos problemas técnicos que ocorreram na reta final do show - temos uma banda com muita performance e excelência nos palcos. Espero vê-los novamente em breve.


Fotos Madzilla: Iana Domingos

Seguindo a apresentação, o grupo liderado por Peter Biff Byford, Brian Tatler - o guitarrista e fundador do lendario Diamond Head, substituiu Paul Quinn nesta turnê, devido a saúde debilitada do guitarrista fundador. Doug Scarratt, Nibbs Carter e Nigel Glocker, entraram pouco depois de 30min de espera, entregando uma performance que transcendeu o tempo e solidificou a posição da banda como ícone da NWOBHM.


A noite começou com a faixa-título do novo álbum e da tour “,Carpe Diem", seguida por uma sequência arrebatadora de sucessos como "Motorcycle Man" e "Power and the Glory", evidenciando a maestria do Saxon em comandar uma plateia ávida por energia intensa. Um dos pontos altos no entanto, foi a participação especial de Fabio Lione (Angra) na cover de Christopher Cross. "Ride Like the Wind", e o momento e que fãs jogam coletes repletos de patches e símbolos do Saxon - os famosos “Battle Jacket”, quais os membros da banda vestiram e se tornaram parte do público com um visual similar ao dos anos 80, tudo isso adicionou uma dimensão única ao show.


O grupo ainda passou por faixas como Age of Steam e Dambusters. O clássico Dallas 1 PM, Heavy Metal Thunder, Sacrifice, Crusader (que foi clamada e solicitada pelo público presente), Dogs of War com mashup de Solid Ball of Rock, And the Bands Played On, Never Surrender, e a destruidora Wheels of Steel.


Os bis's foram uma jornada emocional a parte , com um total de três - “The Pilgrimage", "747 (Strangers in the Night)" no primeiro, "Denim and Leather", "Princess of the Night" no segundo e "Strong Arm of the Law" ficou para o terceiro e derradeiro bis. O grupo se despediu e cada nota ressoou no Tokio Marine Hall, evidenciando o poder dos veteranos do Saxon, para com seu público, com a entrega apaixonada de uma banda que, após décadas, continua a evocar poder e glória, que é algo gigante.


A devoção recíproca entre banda e fãs foi evidente, criando uma autêntica sensação de pertencimento, ecoando a essência que permeia o verdadeiro espírito do heavy metal. O Tokio Marine Hall testemunhou uma noite que ficará gravada na memória dos presentes como um capítulo brilhante na longa história do heavy metal.



SETLIST SAXON:

Carpe Diem (Seize the Day)

Motorcycle Man

Age of Steam

Power and the Glory

Dambusters

Dallas 1 PM

Heavy Metal Thunder

Sacrifice

Crusader

Ride Like the Wind (Christopher Cross cover) (with Fabio Lione (Angra)

Dogs of War / Solid Ball of Rock

And the Bands Played On

Never Surrender

Wheels of Steel


Encore:

The Pilgrimage

747 (Strangers in the Night)

(Quick participation from Tim… more )


Encore 2:

Denim and Leather

Princess of the Night


Encore 3:

Strong Arm of the Law



Comentários


bottom of page