top of page
  • Foto do escritorMaria Correia

Thursday estreia em São Paulo com show emocionante e engajado



Texto: Guilherme Gões

Fotos: Gustavo Diakov

Após um mês de março fervilhante para os aficionados de emo, hardcore e post-hardcore, repleto de festivais e shows memoráveis protagonizados por ícones do movimento, os fãs da cena alternativa precisaram “esticar” um pouco mais a energia para o início de abril. No último sábado (06), o palco do Carioca Club sediou a tão aguardada apresentação do Thursday, banda pioneira da primeira onda do screamo, que finalmente veio ao lado sul do continente americano após mais de duas décadas de carreira.


Para enriquecer a estreia do lendário grupo em solo brasileiro, a produtora Powerline preparou uma verdadeira operação especial. Além do show, o evento contemplou o lançamento da tradução para o português do romance escrito pelo vocalista Geoff Rickly, intitulado 'Este Não Sou Eu'. Adicionalmente, Tim Kasher, voz por trás do Cursive, outro nome de destaque no cenário do real emo, foi convidado a participar da celebração. Como se não bastasse, os fãs foram agraciados com mais uma surpresa especial: um show gratuito de Tim e Geoff no Tendal da Lapa no domingo (7), acompanhado de uma sessão de autógrafos.

Tim iniciou seu set pontualmente às 18h, enquanto o público chegava aos poucos. O carismático frontman apresentou um set curto com algumas das principais canções do Cursive, como “From The Hips” e “The Recluse”. Além disso, ele também passou por faixas do projeto The Good Life, como “Lovers Need Lawyers” e “Album of the Year”, e também com uma amostra de sua carreira solo com “I Don't Think About You”.


Apesar da diferença de sonoridade em relação à atração principal, o repertório do músico conquistou o público presente. Este foi um grande acerto por parte da produtora, que optou por uma abordagem diferenciada, fugindo da mesmice que frequentemente caracteriza as aberturas de shows, somente com grupos alinhados à atração principal.



Com a casa cheia, embora não completamente lotada, os membros do Thursday subiram ao palco pontualmente às 19h30. Antes de iniciar a apresentação, Geoff pediu desculpas pelo longo tempo que levaram para visitar o Brasil e expressou sinceros agradecimentos aos fãs pela presença. Assim, a espera de mais de duas décadas foi finalmente encerrada com uma poderosa dobradinha com as músicas "At This Velocity" e "Division St."


Embora seja comumente rotulada como uma banda emo, estilo cujas composições frequentemente exploram temas emocionais, o Thursday demonstrou um forte posicionamento político, que por vezes pode ter passado despercebido. Durante "Signals Over the Air", Geoff mencionou que a música era um protesto pela representação de gênero e pelo direito de se expressar de acordo com a identidade sexual. "Autobiography of a Nation" serviu como uma homenagem aos povos indígenas tradicionais dos Estados Unidos.


Já "For the Workforce, Drowning" foi apresentado como um protesto contra situações de assédio moral enfrentadas por milhares de trabalhadores em seus empregos diariamente.

Ao longo do show, todos os integrantes do conjunto demonstraram talento exímio em seus respectivos instrumentos. No entanto, a grande estrela da noite, incontestavelmente, foi Geoff, não apenas pela sua voz impecável, que permanece fiel às gravações originais, mas também pelo seu carisma contagiante. Animado pela oportunidade de finalmente se apresentar no Brasil, o músico estabeleceu uma conexão incrível com o público, expressando gratidão entre as músicas e compartilhando curiosidades interessantes sobre a trajetória do Thursday, como as primeiras viagens do grupo pelos Estados Unidos em uma pequena van, ao som dos discos do Cursive. Durante a execução de "Understanding in a Car Crash", o maior hit da banda, o frontman se aproximou da beira do palco para dividir o microfone com os fãs, e também não se mostrou incomodado quando alguns invadiram seu espaço, resultando em uma verdadeira chuva de stage dives.


Um ponto negativo do show foi a brevidade do repertório, composto por apenas 13 músicas e com uma duração de apenas 1 hora. Dada a longa espera de 20 anos, muitos esperavam que a banda prolongasse o setlist com algumas músicas adicionais. No entanto, mesmo com essa limitação, o comprometimento político, o talento e a simpatia de Geoff compensaram essa lacuna, transformando a visita do Thursday em São Paulo em uma experiência memorável.


Setlist

At This Velocity

Division St.

Signals Over the Air

Cross Out the Eyes

Jet Black New Year

This Song Brought to You by a Falling Bomb

Fast to the End

Autobiography of a Nation

Standing on the Edge of Summer

Understanding in a Car Crash


Encore:

For the Workforce, Drowning

Turnpike Divides

War All the Time



Comments


bottom of page