top of page
  • Foto do escritorMaria Correia

THE HEATHEN SCÿTHE lança o videoclipe de “Welcome(to the Dead)”no ultimo dia 28



Texto: Filipe Moriarty

Fotos: Anderson Hildebrando

Heathen Scÿthe lança videoclipe "Welcome (To the Dead)" e disponibiliza audição de primeiro EP em evento de estreia exclusivo

No último dia 21 de março, a banda Heathen Scÿthe, realizou um evento marcante no Metal Bar (SP), apresentando seu tão aguardado novo EP, que foi precedido por dois videoclipes (“The Heathen Scythe” e “Into the Fire”) , além de nos dar uma prévia do videoclipe "Welcome (To the Dead)" lançado agora no último dia 28 de março.


O encontro, que contou com a presença da imprensa e convidados especiais, além de revelar o clipe, também proporcionou uma prévia exclusiva do EP homônimo da banda, oferecendo aos presentes uma imersão no universo sonoro e visual do grupo.


Durante o evento, os membros do The Heathen Scÿthe compartilharam detalhes sobre o conceito por trás de sua música e estética, que incorpora elementos do metal industrial e influências do Mercyful Fate e King Diamond. O vocalista, Tato Deluca, liderou as discussões, destacando a importância de cada faixa e o significado por trás dos videoclipes previamente lançados.


Ao falar sobre "Welcome (To the Dead)", Tato expressou a ambição do grupo em oferecer uma experiência visual imersiva que refletisse a energia de seus shows ao vivo. Afinal o clipe mostra claramente os elementos de palco que o grupo irá utilizar ao vivo.


Com um enredo envolvente ambientado em 1887, os clipes narram a formação de uma sociedade secreta, qual tem a ideia e descobrem rituais para transpor seus corpos e mente de volta para o passado para alertar e preparar o grupo seleto de pessoas para o futuro distópico que virá, formando uma sociedade para tentar salvar a sociedade de um extermínio natural, tudo isso adiciona uma profundidade ao universo conceitual da banda.


O EP, apresentado em seguida, foi descrito por tato como como um ritual completo de magia cerimonial, com cada faixa desempenhando um papel específico na narrativa. Tato enfatizou a conexão entre as músicas e o conceito do EP, proporcionando aos ouvintes uma experiência sensorial abrangente.


“Casting the Circle: “Estamos fechando um ciclo de proteção em volta da área do ritual. Estamos criando o círculo, convocando os guardiões dos quatro pontos cardeais, e ela (a música) já emenda com a seguinte.

The Heathen Scÿthe: que é onde a gente fala o propósito do ritual.

Welcome (To the Dead): convidamos nossos ancestrais, tanto de sangue, quanto de *, quanto da Terra, para participarem do ritual.

The Offering, a gente seleciona o que iremos sacrificar.

O sacrifício é feito na Into the Fire.

Ao final, a gente faz uma dança de espiral (em Spiral Dance)

The Egregore: é liberada a Egregora ( É a força espiritual que cria-se oriunda da soma de energias coletivas de pensamentos e sentimento ), e isso é o EP”.


The Heathen Scÿthe, além de Tato Deluca(Daát) tem em seu lineup músicos experientes do cenário nacional, como Bruno Luiz (Netzah, guitarra), Paulo Roveri (Hesed, guitarra), Flávio Sallin (Hokhmah, teclado), Fernando Giovannetti (Yesod, baixo) e Marcus Dotta (Malkhuth, bateria).


combina elementos do heavy metal, power metal e metal industrial, o grupo é detentor de uma sonoridade única que transcende gêneros. O grupo, cujo conceito lírico abraça o ocultismo e o paganismo, busca reconectar o ouvinte com a natureza através de sua música, introduzindo o termo "Post-Apocalyptic Pagan Metal" para descrever sua abordagem inovadora.


O evento de lançamento marcou como uma prospera projeção do The Heathen Scÿthe, consolidando sua posição como uma força emergente na cena musical brasileira. Com uma visão única e uma abordagem ousada, a banda promete continuar cativando o público e expandindo os limites do metal contemporâneo.




Comments


bottom of page